Glossário

Glossário

Das palavras Mayas empregadas nos livros Dois e Três

AHAU – Deus, homem divino, rei, “Deus-Rei”, “Grande Senhor”.

BALCHE – Bebida que se extrai de uma árvore em Yucatán e que se fermenta. Também significa árvore escondida.

CENOTE – Poço de água subterrânea. O Cenote Sagrado existiu em Chichen Itzá e era lugar de cerimônias místicas.

COZUMIL – Pequena ilha de frente a Península de Yucatán que significa “Terra das Andorinhas”. Atualmente se chama Cozumel. Esta ilha foi indubitavelmente a sede de um seminário ou escola esotérica da cultura Maya.

DZULES – Senhores; este nome se deu aos espanhóis nos primeiros tempos da conquista.

KATUN – Época ou período da cronologia Maya. Pequeno século Maya de 20 anos de 360 dias.

KUKULCAN – Grande instrutor divino, “Serpente com Plumas” equivalente ao Quetzalcoatl nahoa.

MANI – “Tudo passou”. Também é o nome de uma famosa cidade Maya que nos tempos da conquista foi sede dos Reis Xiu e o último refúgio da civilização Maya e de sua cultura religiosa.

PAUAH – “Os que distribuem ou dispersam o jorro da vida”. Quatro espíritos celestiais.

TZICBENTHAN – “Palavra que há de obedecer”.

SAC-NICTÉ – Branca Flor.

 

<-- acima -->