Tradução do livro "El Vuelo de la Serpiente Emplumada" de Armando Cosani
O desenvolvimento deste site, bem como a tradução do livro "O Voo da Serpente Emplumada" fazem parte de um projeto pessoal e sem fins lucrativos, cujo único objetivo é a difusão das belas e profundas mensagens transmitidas por este importante livro do esoterismo crístico de nossa época.

Apresentação

Envolta na trama de um relato que quase é um diálogo entre o narrador e um homem inexplicável — “todo ele era um sorriso” — que em palavras simples repete verdades eternas, vaga a presença de Judas, o homem de Kariot; na invocação à Santa Terra Bendita do Mayab, à Sagrada Princesa Sac-Nicté, a branca flor do Mayab e ao Grande Senhor Oculto, evoca-se o nome de Judas, o homem de Kariot. Porém, por que Judas? Não foi quem enlodou sua memória cometendo uma horrenda traição? Em um dos parágrafos deste livro se diz: “...dir-vos-ei o que vi com os olhos que só o sangue Maya faz, e o que ouvi com os ouvidos da carne Maya, acerca deste homem chamado Judas e nascido em Kariot,” e, em contradição com o que se crê que é a verdade do ocorrido em mui remotos tempos com Jesus de Nazareth, oferece-se uma interessante interpretação dos fatos e circunstâncias que levaram Judas a cometer o que parece uma terrível traição, mas que o autor considera um fio importante no urdimento do destino desta era, fio, sem o qual não se houvera cumprido as Escrituras, cuja verdade não está impressa nos livros, senão que se lê na alma, com a qual os dilúvios serão vistos da Arca, e a Serpente Emplumada voará.

Kulkukan - A Serpente Emplumada

(Texto da contra-capa da 2ª Edição – 1978)

 

 

acima --> próximo